TERRENO 902,20m²

Lote 001: TERRENO 902,20m²

Valores atualizados

Avaliação10.201.000,00
Lance mínimo7.140.700,00
Incremento100.000,00

Resultado parcial

Maior lanceN/D
UsuárioN/D
Visitas229

RELAÇAO DO BEM:TRANSCRIÇÃO  27.921 DO 4º CARTÓRIO DE REGISTRO DE IMOVEIS DA COMARCA DE SÃO PAULO/SP  - IMÓVEL: Os prédios da Rua José Bonifácio nº 301, antiga Rua do Ouvidor nº 22, Largo de São Francisco nº 92, antigo nº 2 da Ladeira de São Francisco, Largo de São Francisco nºs 100 e 104, antigo nº 4, e Largo do Ouvidor nºs 7-43 e 55, antigos nºs 4 e 2, prédios esses que formam um só conjunto com as seguintes confrontações e metragens: partindo das divisas dos prédios nºs 301 e 307 da Rua José Bonifácio, este último de propriedade de Ernesto Diederichsen, segue em linha reta de 16,46m pela Rua José Bonifácio; daí deflete à direito em linha quebrada numa extensão de 3,10m; daí, em linha reta pela frente do Largo do Ouvidor, numa extensão de 46,00m onde deflete à direita e segue em linha quebrada de 3,46m e daí à direita prossegue pelo Largo de São Francisco, numa linha reta de 19,95m, onde vai encontrar as divisas do prédio nº 106 do Largo de São Francisco, prédio esse de propriedade do referido Ernesto Diederichsen ou sucessores, sendo a linha dos fundos irregular, e confrontando em toda ela com a propriedade do mesmo Ernesto Diederichsen ou sucessores, tendo o imóvel a área total de 902,20m² ou a que realmente for sendo as dimensões do imóvel meramente enunciativas. TRANSCRIÇÃO 43.652: Os seguintes imóveis, que formam um só todo e que assim se descrevem: a) o prédio e respectivo terreno na Rua José Bonifácio nºs 307 e 309, antigo nº 45, medindo o terreno 6,65m de frente por 29,50m da frente aos fundos, pela esquerda de quem o olha e onde confronta com o prédio nº 301, do adquirente; pela direita mede, inicialmente, 25,15m em reta da frente aos fundos, fazendo, a seguir, pequena deflexão à esquerda e seguindo por mais 3,20m, confrontando nesse trecho com o prédio nºs 313/317 dos transmitentes, abaixo descrito; e confinando na linha dos fundos com o adquirente, onde mede 6,70m, encerrando a área total de 194,00m²; b) o prédio e respectivo terreno situados na Rua José Bonifácio nºs 313 e 317, antigo nº 45-A, medindo o terreno 6,65m de frente por 27,10m da frente aos fundos, pela direita de quem o olha e onde confina com a Municipalidade de São Paulo; pela esquerda mede, inicialmente, 25,15m da frente aos fundos, em reta, fazendo, a seguir, pequena deflexão à esquerda e seguindo por mais 3,20m, confinando aqui com os prédios nºs 307 e 309, já descritos; na linha dos fundos mede 6,75m, confinando com a Municipalidade de São Paulo; c) o prédio e seu respectivo terreno situados no Largo de São Francisco, nº 106, antiga Ladeira São Francisco nº 6, medindo o terreno 5,05m de frente por 17,40m da frente aos fundos, confinando, pela direita de quem o olha, com os prédios nºs 100 e 104, pela esquerda com os prédios nºs 110 e 112; e pelos fundos com os mesmos e na medida de 4,65m, encerrando a área total de 80,50m²; d) o prédio e respectivo terreno situados no Largo de São Francisco nºs 110 e 112, antiga Ladeira de São Francisco, nº 8, medindo o terreno 5,25m de frente por 17,40m da frente aos fundos, pela direita de quem o olha e onde confronta com o prédio nº 106; 16,60m da frente aos fundos, pela esquerda, onde confina com propriedade da Prefeitura Municipal; confinando pelos fundos com a mesma, onde faz linha de 5,70m, com a área total de 92,00m². TRANSCRIÇÃO 74.515. Transmissão. As áreas de terreno que assim se descrevem e confrontam: áreas desmembradas da transcrição nº 43.652: a) formada pelo perímetro 20-21-9-22-23-24-20 de formato irregular, com 45,95m², confrontando na frente na extensão de 13,30m, pela linha 20-21, com o antigo alinhamento da Rua José Bonifácio; do lado direito de quem do imóvel olha para a rua, na extensão de 2,30m pela linha 21-9, com área ora doada, abaixo descrita; do lado esquerdo, na extensão 10,40m pela linha 20-24, com propriedade Municipal; e nos fundos, segundo o novo alinhamento da Rua José Bonifácio, na extensão de 10,80m,pela linha 9-22 e pelo novo alinhamento da Rua Libero Badaró, nas extensões de 6,00m pela linha 22-23 e 3,80m pela linha curva 23-24, com o remanescente da sua propriedade; b) formada pelo perímetro 15-16-17-18-19-25-26-27-14-6-15, de formato irregular, com 130,85m² confrontando na frente, na extensão de 10,20m pela linha 6-15, com o antigo alinhamento da Ladeira de São Francisco; do lado direito de quem do imóvel olha para a Ladeira de São Francisco, pela linha quebrada na extensão de 9,35m pela linha 15-16, 0,60m pela linha 16-17 e 6,80m pela linha 17-18, com propriedade Municipal; do lado esquerdo, na extensão de 2,00m pela linha 6-14, com área adiante descrita: 1,80m pela linha 14-27 e 16,95m pela linha mista 27-26-25-19, com o remanescente da propriedade segundo os novos alinhamentos da Ladeira São Francisco e Rua Libero Badaró respectivamente; e nos fundos, na extensão de 5,80m pela linha 18-19, com propriedade Municipal e com remanescente de sua propriedade, segundo os novos alinhamentos da Rua Libero Badaró e Ladeira São Francisco respectivamente nas extensões de 16,95m pela linha mista 19-25-26-27 e 1,80m a 27-14; 2 áreas desmembradas da transcrição nº 27.921: a) formada pelo perímetro 1-2-3-11-10-9-1, de formato irregular, com 51,15m², confrontando na frente na extensão de 16,40m pela linha 1-2, pelo antigo alinhamento, com a com a Rua José Bonifácio; do lado direito de quem do móvel olha para a referida rua nas extensões de 3,20m pela linha 2-3 e 6,20m pela linha 3-11. pelo antigo alinhamento, com o canto cortado e com o Largo do Ouvidor; do lado esquerdo, na extensão de 2,40m pela linha 1-9, com área doada retro descrita e com o leito da Rua José Bonifácio e nos fundos com o remanescente de sua propriedade, nas extensões de 12,20m, pela linha 9-10 e 9,40m pela linha 10-11, com os novos alinhamentos da Rua José Bonifácio, e do canto arredondado da esquina do Largo do Ouvidor, respectivamente; b) formada pelo perímetro 6-14-13-12-4-5-6, de formato irregular com 61,95m², confrontando na frente, na extensão de 19,90m pela linha 5-6, pelo antigo alinhamento, com a Ladeira de São Francisco; do lado quem olha para a citada Ladeira, na extensão de 2,00m pela linha 6-14, com a área doada retro descrita; do lado esquerdo nas extensões de 3,40m pela 5-4; 6,70m pela linha 4-12, pelo antigo alinhamento, respectivamente com o canto cortado e com o Largo do Ouvidor, e nos fundos com o remanescente de sua propriedade, na extensão de 16,30m e pela linha 14-13 e 9,70m pela linha 13-12, com os novos alinhamentos da Ladeira de São Francisco e dos cantos arredondados da esquina do Largo do Ouvidor. Consta a Inscrição nº 22.800 de 13 de maio de 1970 de ÔNUS do imóvel: Servidão perpétua e gratuita sobre a faixa destinada à galeria pública 31-32-33-22-23-24-25-26-27-28-29-30-31, de formato irregular, com cerca de 256,00m², confrontando na frente por uma linha quebrada nas extensões 5,00m linha 28-29; 5,50m linha 29-30; 30,20m linha 30-31; 5,50m linha 31-32 e 5,10m linha 32-33, com o novo leito da Rua Libero Badaró; do lado direito de quem desta área olha para a referida rua, na extensão de 4,00m pela linha 33-22, pelo novo alinhamento com a Rua José Bonifácio; do lado esquerdo, na extensão de 2,50m pela linha 28-27, pelo novo alinhamento com a Ladeira de São Francisco e nos fundos na extensão de 6,00m pela linha 22-23; 3,80m pela linha 23-24; 24,20m pela linha 24-25; 3,30 pela linha 25-26 e 6,00 pela linha 22-23; 3,80 pela linha 23-24; 24,20m pela linha 24-25; 3,30m pela linha 25-26 e 6,00m pela linha 26-27, pelo novo alinhamento da Rua Libero Badaró, com o remanescente de propriedade do doador. Consta a Av. de 27 de novembro de 1956, que o Largo do Ouvidor passou a denominar-se Praça do Ouvidor Pacheco e Silva. Consta a Av. de 04 de setembro de 2007, conforme mandado de 04 de maio de 2007 e Auto de Penhora e Depósito de 29 de junho de 2007, da 1ª Vara Federal de Execuções Fiscais, desta Capital, extraídos dos autos da Ação de Execução Fiscal, Processo nº 2006.61.82.014439-6, Processo administrativo nº 21000 007604/2003-16 +1, que a FAZENDA NACIONAL move em face de JOCKEY CLUB DE SÃO PAULO, foi procedida a penhora do imóvel constante das transcrições nºs 27.921 e 43.652, com o valor da dívida em R$ 9.339.223,96, com depositário: José Vercianir Mesquita. Consta a Av. de 25 de julho de 2014, para ficar cancelada a averbação feita em 04 de setembro de 2007, referente à penhora dos imóveis das transcrições nºs 27.921 e 43.652, por Mandado nº 8201.2014.01800, de 22 de abril de 2014, pelo Juízo da 1ª Vara de Execuções Fiscais da Justiça Federal de 1º Grau – 1ª Subseção Judiciária de São Paulo, nos autos da Execução Fiscal nº 0014439-65.2006.4.03.6182, em virtude da quitação do débito.